Estácio Conceição promove Feira Pet na volta às aulas 

0
63

Universidade fará uma feira de adoção de animais neste sábado (19) em parceria com instituições de caridade, abrigos, voluntários e alunos 

Em clima de volta às aulas, a Estácio terá uma Feira Pet de adoção organizada em parceria com instituições de caridade e abrigos. O evento ocorrerá no campus Conceição, no sábado (19), das 10h às 15h, e contará com a colaboração do Abrigo Meimei, Instituto Eu Sou o Bicho, ABC Diagnóstico e Exército de Anjos. Cerca de 20 animais, entre adultos e filhotes, vão estar disponíveis para adoção, mas caso haja uma demanda maior, o evento garante a vinda de mais animais para o local. 

De acordo com os dados divulgados pelo IBGE, da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2019,  46,1% dos domicílios tinham pelo menos um cachorro. Já os gatos faziam parte de 19,3% dos lares brasileiros. Estudos realizados no mundo inteiro demonstram que a convivência com os animais tranquiliza e ajuda a diminuir o estresse e a ansiedade, assim, aumentando a produção de endorfina no corpo e trazendo a sensação de bem-estar. Além disso, a convivência com cães e gatos podem ajudar na estabilização da pressão sanguínea e a diminuição dos níveis de colesterol, sendo fundamental para a redução dos riscos de doenças cardiovasculares. 

Com quase 40 voluntários, a Feira Pet também terá a colaboração do curso de Marketing da Estácio, com o objetivo de alavancar a divulgação do evento a partir de ações estratégicas desenvolvidas pelos próprios alunos. Segundo Lívia Monteiro, gestora da unidade Conceição, há uma expectativa que quem compareça possa adotar um pet ou trazer uma doação de ração. Ela ainda afirma que é de extrema importância a participação da Estácio em projetos sociais, tendo em vista a conscientização dos alunos. 

“A Estácio entende que a educação é uma base para começar a inserir os nossos alunos nesse meio de cunho social, sendo duas coisas que andam em conjunto, até mesmo para construirmos um futuro melhor para o nosso país. Com isso, as ações sociais incentivam a formação profissional e pessoal de cada aluno”, diz Lívia. 

O Instituto ABC Diagnóstico disponibilizará um médico veterinário que irá acompanhar as adoções, garantindo a saúde dos animais durante o processo, além de um advogado para a segurança jurídica dos pets e dos tutores. Após 10 dias no novo lar, uma visita ocorrerá com a finalidade da certificação do bem-estar animal. 

“O nosso trabalho é a organização para o bem-estar dos animais. Trabalhamos para que eles fiquem bem até serem adotados e para avaliar as adoções. Muitas pessoas participam de feiras de adoção, se empolgam e devolvem os animais após uma semana. Com isso, é muito importante ter pessoas que esclareçam as dúvidas de quem está adotando para ter a certeza de que será uma adoção responsável”, explica Monize Minatti, responsável pelo Instituto ABC Diagnóstico. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.