Conseg Cidade Ademar realiza seu encontro presencial com inúmeras reivindicações

0
12

Na última segunda feira (27) na Igreja Batista Nova Aliança localizada na Rua Domenico Palma, 85, aconteceu a reunião de junho do Conseg Cidade Ademar. Estiveram presentes o Delegado Dr. Vlademir  Costantino de Oliveira representando o 43Dp,  Capitão da 3ª Cia do 22º BPM/M, Gustavo Maragon , o inspetor da GCM, Ailton Rodrigues, representando a CET, Wilson Vieira, Sabesp, Adão Fernandes, representando o subprefeito Rogério Balzano, esteve Ayrton Bortotti de Almeida, Conselho Tutelar, Ana Ribeiro, Conselho do CapsADII Álcool e Drogas, Deise Tavares, também Conselheira da Associação Comercial de São Paulo Distrital Centro Sul, Coordenadora do Grupo de Apoio Amor Exigente Cidade Ademar da FEAE do Brasil e a Dra. Carla Casale Presidente da OAB da comissão das Mulheres de SP na capital.
Os assessores parlamentares; Ademir Mendes (vereador Rodrigo Goulart), Valdeildes Roseira dos Santos e Marta Lopes (vereador Sidney Cruz), Osvaldir Freitas (deputado estadual  Enio Tatto)
Kelly Cristina Santana de Almeida da Igreja Batista Nova Aliança/ PMs de Cristo e Aparecida Zoraide dos Santos, Neusa Maria e Maria Cristina Lucchini  da Vizinhança Solidaria. Entre as reivindicações passadas para esses representantes esteve o problema das tarifas abusivas e serviço precário da energia elétrica prestado pela Enel. O assessor do deputado Enio Tatto, Osvaldir, informou sobre audiência pública que vai acontecer na ALESP no dia de hoje (29/06) convidando os moradores para participar e buscar seus direitos de munícipes.

Outros assuntos que foram passados são os inúmeros buracos nas ruas, asfalto ruim, lixo, falta de lixeiras, pontos viciados, carros abandonados á maioria reivindicando e cobrando um retorno da Subprefeitura.
O morador Sebastião Dantas falou que través de uma busca de melhorias para o bairro, encontrou que Cidade Ademar, não foi contemplada com novos recapeamentos até 2024.
O representante da subprefeitura contestou, informando que “muitas outras regiões também não foram contempladas”.

Segundo o comandante devido á falta de instrutores, policiais, o Programa Educacional de Resistência às Drogas  – Proerd está parado na capital  e na Cidade Ademar.
Os falsos motoqueiros ainda estão aterrorizando o bairro, eles  continuam fazendo assaltos na região, mas o capitão disse “que esta diminuindo e pediu que a população não deixe de fazer o Boletim de Ocorrência (B.O.)”.

Os policiais do 22°Batalhão da 3°Companhia foi elogiado pelo atendimento de uma ocorrência com Pitbul, ao qual o animal foi resgatado. O comandante reforçou que para estes casos podem ligar para 190, e que não façam nada até a polícia, e as pessoas especializadas chegarem e que possam resolver.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.