Saúde em alerta

0
30

Vacinas aplicadas em São Paulo foram para enfrentar o vírus H1N1, mas mutação identificada no momento é a H3N2, diz Edson Aparecido, Secretário Municipal da Saúde de São Paulo.

Uma variante do vírus da gripe, chamada de H3N2, pode ser a responsável pela disparada de casos da doença na cidade de São Paulo. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, na última, semana houve um “aumento significativo” de pessoas com síndrome gripal nas unidades de saúde da capital.

Só na primeira quinzena deste mês, os casos de atendimento respiratório já superam as suspeitas de Covid-19. Foram 46.557 casos de problemas respiratórios e 56.220 suspeitos de coronavírus. Em novembro, os casos confirmados de gripe já chegavam próximos ao patamar dos atendimentos por Covid-19.

O secretário afirmou à CNN que a capital tem um surto de Influenza. Ele alerta que as vacinas aplicadas em São Paulo foram para enfrentar o vírus H1N1 e que, para o H3N2, é necessário outro imunizante.

Segundo o diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações, o infectologista Renato Kfouri, essa variante já circula em outros países e a expectativa era de que ela chegasse ao Brasil só no ano que vem, no início da primavera. Até lá, o país já teria a vacina atualizada para proteger contra o vírus H3N2.

Proteja-se! continue seguindo os protocolos de higiêne

Fonte: Secretaria de Saúde do Município de SP

Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.