Projeto “Amor se Doa” e Estácio se unem para ajudar o Banco de Sangue Paulista

0
36

Ação itinerante tem como objetivo ajudar a abastecer os estoques dos bancos de sangue de São Paulo que tiveram queda devido à pandemia da Covid-19 

No dia 7 de junho, das 9h às 16h, a Estácio, campus Conceição, irá, em nome da solidariedade, se tornar um posto de coleta de sangue. A iniciativa, coordenada pela gestão do campus em parceria com os criadores do projeto “Amor se Doa”, tem como objetivo motivar alunos e moradores da região a irem, com horário agendado para evitar aglomeração, até a Estácio fazerem as doações neste momento em que os hemocentros estão com os estoques baixos devido à pandemia.     

A coleta, aberta ao público, será realizada na instituição pelos profissionais de saúde do hemocentro. No intuito de evitar aglomerações, o projeto disponibilizou um link em sua BIO no instagram @amorsedoa para que os interessados possam se inscrever com antecedência nos horários disponíveis. Durante a coleta será disponibilizado álcool em gel e todos os protocolos de segurança e recomendações de distanciamento e controle de infecção serão respeitados.    

Segundo Thalita Indelicato, gestora da Estácio, campus Conceição, com planejamento, organização e, sobretudo, respeitando as recomendações sanitárias, é possível ajudar os bancos de sangue. “Nós temos uma satisfação imensa em colaborar com o projeto e em estimular as doações entre nossos alunos e colaboradores, algo de extrema importância e que irá ajudar a manter os estoques dos hemocentros cheios nesse período de baixa adesão”, diz Indelicato.    

Adriano Oliveira, presidente do “Amorsedoa”, lembra que o projeto nasceu em 2018 em uma competição criada pela MoveFranchising para estimular a prática de esportes entre os franqueados no chamado “Desafio de Verão”. “Um dos critérios da competição era doar sangue para pontuar, porém, como algumas pessoas do grupo estavam impossibilitadas de fazer isso elas decidiram, para não perder pontos, convidar outras pessoas para doarem em seu lugar e assim, o projeto ganhou forma e se tornou o que é hoje”, comenta Oliveira. 

Quem garante isso é Tiago Borba – coordenador de logística e ex-aluno da Estácio. “Na época que o projeto foi criado eu, enquanto estudante de Logística, me uni a turma de Enfermagem da faculdade para realizar um trabalho do curso. Foi daí que surgiu a ideia de mobilizarmos outros alunos e de conscientizarmos outras pessoas para além dos muros da faculdade sobre a importância de ser um doador de sangue”, relata Borba. 

Podem doar sangue pessoas que tenham entre 18 e 69 anos desde que a 1° doação tenha sido feita até os 60 anos. Se for menor de idade com 16 ou 17 anos é necessário a autorização do responsável. Se o voluntário estiver gripado, resfriado e com febre, a doação só poderá ser realizada após 7 dias do término dos sinais desses sintomas. É importante lembrar que o cidadão não pode estar em jejum prolongado nem ter ingerido alimentos gordurosos nas últimas 4h.    

Estácio – Campus Conceição 

Av. Eng. Armando de Arruda Pereira, 673 – Jabaquara  

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.