Prefeitura lança projeto “Aquático” que liga Cidade Ademar ao Grajaú em minutos

1
484

A travessia seria Pedreira – Cocaia via represa Billings e inaugura o primeiro projeto de transporte aquático em São Paulo.

A locomoção do Parque Cocaia, na região do Grajaú poderá levar apenas minutos para chegar à região da Pedreira e se livrar do congestionamento da Avenida Teotônio Vilela e região. Isto porque a prefeitura lançou o projeto Aquático, o primeiro transporte hidroviário de São Paulo que ligará a região do Cocaia ao bairro da Pedreira, via Represa Billings. Para isto, a Prefeitura abriu licitação no último dia 19 de abril, para contratação da empresa para fazer o estudo, laudos e projetos funcionais e também definir o barco apropriado para fazer o transporte.

Atualmente o percurso do Parque Cocaia na região do Grajaú até a Avenida Miguel Yunes, onde será o atracadouro Pedreira, pode levar até 2h15 de acordo com o Google Maps, com o novo sistema, será apenas alguns minutos. O custo para fazer todo o estudo será de R$ 500 mil e terá o prazo de seis meses para execução. O projeto tem cerca de 3 km de extensão e será integrados aos demais sistemas de transportes. Terá ainda atracadouros e terminais para a transferência e integrado ao Sistema Único de Bilhete. Uma das áreas será o Terminal Atracadouro Cocaia com 348 metros quadrados e o Terminal Pedreira com 12.855 metros.

O edital foi lançado pela Sptrans e a empresa contratada fará todo o levantamento batímetros multifeixe em áreas da represa Billings. De acordo com a marinha brasileira, este estudo é necessário para medir profundidade da represa e o impacto ambiental da região sobre um a faixa e não somente ao longo da linha de sondagem.

De acordo com a matéria publicada no site da SPTrans, o anúncio acontece após uma série de ações que envolvem desapropriações de áreas, tanto da região do Cocaia, como da Pedreira e até composição de corredores de ônibus e mais recente, a licitação da empresa.

Abaixo o mapa divulgado pela prefeitura da localização dos atracadouros e também dos valores dos corredores de ônibus que integrarão o projeto.

1 COMENTÁRIO

  1. Uma grande falta de respeito com a população que vive há anos no cocaia, aí querem dar uma apartamento minúsculo e ainda teremos que pagar! Isso é um absurdo. Nunca que daqui até o pedreira da 2h30 isso é uma piada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.