PASSARELLI ATINGE, ANTES DO PRAZO, PRIMEIRO MARCO DE PLANEJAMENTO DO CONSÓRCIO QUE DESPOLUI O RIO PINHEIROS

0
6

O Consórcio Performance  Sul realizou no dia  01/07 a ação socioambiental, com os parceiros: Sabesp, OS Santa Catarina,  Subprefeitura Cidade Ademar e Locat-SP, a revitalização aconteceu na praça da Rua Ana Maria e também a instalação do coletor de garrafas pet. 

A Passarelli, empresa líder do Consórcio Performance Sul, responsável pelasobras e realização das intervenções na bacia do córrego Pedreira/Olaria, cujoobjetivo é despoluir o Rio Pinheiros e que integra um dos mais importantes programas de saneamento do Brasil, o Programa Novo Pinheiros, do Governo do Estado de São Paulo, comemora o importante marco de já ter encaminhado mais de 30% das economias locais (esgotos de residências e comércio) para tratamento pela ETE Barueri. A Passarelli superou a meta, definida no contrato assinado no dia 27 de novembro de 2019 com a Sabesp, em menos de seis meses de trabalho.

“Encaminhamos 5.623 economias, acima das 4.190 previstas, em um prazo menor do que os seis meses estabelecidos inicialmente. Dessa forma, foi possível coletar e enviar para tratamento 40% do total das 13.969 economias previstas pelo contrato”, conta César Laragnoit, da Diretoria Comercial da Passarelli.

“Mesmo com os desafios que surgiram com a quarentena causada pela pandemia da Covid-19, conseguimos manter nosso cronograma de maneira efetiva para cumprir as exigências do contrato. A otimização dos projetos e a engenharia de valor aportadas ao contrato por nós, assim como os trabalhos do time social, foram fundamentais para alcançarmos essa meta”, explica Laragnoit.

O contrato estipula que ações socioambientais sejam realizadas na comunidade local para adesão dos moradores ao cadastro de ligações de esgoto. Até o momento, 1.271 economias já aderiram, sendo que outras 2.929 ainda estão em processo de adesão. Para conscientizar essa população sobre a importância das obras de saneamento, que trazem saúde e qualidade de vida em um momento crítico de pandemia, são feitas reuniões com líderes da comunidade para divulgação do escopo do trabalho e de seus objetivos, assim como para sensibilizar as famílias quanto à importância de participação.

“Devido à pandemia, algumas ações sociais e de varreduras (identificação dos lançamentos irregulares de esgoto) tiveram que, temporariamente, serem paralisadas, contudo, após a criação de medidas de segurança, sanitização e desinfecção dos locais a sofrerem intervenções, necessárias para proteção da vida dos nossos funcionários e dos moradores da região, conseguimos retomar as ações com a comunidade e seguimos com o cronograma das obras, cujo objetivo, além de melhorar a qualidade dos córregos é trazer mais saúde para a população”, esclarece Bruno Legramandi, Gerente do Contrato.

Mais sobre o contrato

As obras no córrego Pedreira/Olaria também terão como objetivo reduzir a Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO, que significa a quantidade de oxigênio consumido na degradação da matéria orgânica) no ponto de deságue do Rio Pinheiros, em um prazo de até 18 meses após a assinatura do contrato. Este processo de coleta e destinação do esgoto para tratamento deverá diminuir em aproximadamente 80% os atuais 129 miligramas por litro de DBO registrados na foz do córrego, para se chegar à meta de 30 miligramas por litro.

O desafio é destinar quase 14 mil economias para tratamento, tanto o que já é coletado e não tratado, como executar ligações domiciliares e redes de esgoto para boa parte das moradias que hoje não têm seus dejetos coletados.

Algumas interligações que encaminham lançamentos clandestinos para redes coletoras estão sendo implantadas através do uso do equipamento Shield (sistema de tubo cravado), um Método Não Destrutivo (MND) do qual a Passarelli é pioneira e também pelo método de Furo Direcional (HDD), em conjunto com outras obras estruturantes, tais como interligações de redes e execução de redes de esgoto, ligações domiciliares e outros. São feitas varreduras e detecção de anomalias, ações socioambientais e, por fim, o monitoramento remoto do córrego para controle de processo e coleta de amostras para verificação da qualidade (DBO) e apuração dos resultados.

O projeto do Novo Rio Pinheiros tem trago à população do seu entorno uma esperança de vida, pois além da contribuição da regularização da rede de esgoto, a valorização do local, auto estima dos moradores e a solidariedade que tem sido realizada pelas assistentes sociais  das empreiteiras e a parceria com a Sabesp as subprefeituras Cidade Ademar e Jabaquara, as empresas LOCAT – Gestão de Resíduos, EcoUrbs  Ambiental e Amlurb – Autoridade Municipal de Limpeza Urbana com ações socioambientais em pontos viciados de lixos e praças. Nesta quarta (01), será realizada mais uma ação junto a comunidade.

Para mais informações:

http://www.passarelli.com.br/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.