“Mundo a Parte ou Parte do Mundo”

0
26
Não é frase de efeito, mas um divisor de opiniões e de práticas no cotidiano da PCD – Pessoa Com Deficiência. 2 de abril é o Dia Mundial de Conscientização do Autista, ou melhor do Transtorno do Espectro Autista (TEA). “O Instituto Gabi acolhe estas pessoas, desde o início em 2001 com uma metodologia aplicada às necessidades específicas e um educador ou terapeuta para cada atendido”, afirma Iracema Barreto Sogari, fundadora e supervisora da área de atendimento.

O Gabi é um Núcleo de Apoio à Inclusão e atende portadores de múltiplas deficiências. Cerca de 1/3 é autista. “Acompanhamos os avanços da ciência, implementamos novos métodos, terapias e investimos em novas frentes, com o atendimento de crianças a partir de quatro anos”, continua.

Diariamente famílias procuram o Instituto Gabi em busca de uma vaga. O maior desafio é acolher as famílias cadastradas na lista de espera, uma fila que não anda. “A entrada se dá na medida que conseguimos recursos e ampliamos a equipe. Precisamos de um espaço maior. No último mês contratamos um fonoaudiólogo e iniciamos a Oficina de Musicoterapia. Precisamos de novos profissionais e da ajuda de todos”, finaliza.

O Gabi é mantido com doações, através do Programa Sócio Patrocinador, Bazar de Oportunidades, eventos e campanhas que se adequam ao propósito das pessoas físicas e às estratégias das empresas. Para conhecer e apoiar www.institutogabi.org.br     Instituto Gabi   O Instituto Gabi foi fundado em 2001 quando o casal Iracema e Francisco Sogari perderam a sua primogênita, Gabriele Barreto Sogari. Gabi tinha apenas seis anos de idade quando foi vítima de um motorista embriagado. Antes do acidente, Gabi disse ao seu pai a seguinte frase: “Quem ajuda as pessoas é feliz”. Com essa frase, ela inspirou seus pais e todos os que acreditam no amor sem violência a fazer isso acontecer. Para manter viva a memória da menina e fazer o bem, nasceu o Instituto Gabriele Barreto Sogari, com o objetivo de atuar em serviços de crianças com deficiência em situação de vulnerabilidade social.

Como ajudar

Há muitas formas de ajudar o Instituto Gabi, acompanhe: – Você pode ser um voluntário on-line. Temos várias equipes e frentes de atuação; – Compartilhe nossos projetos em suas redes sociais; – Contribua em nossa página de doação: https://institutogabi.apoiar.co/.

Acesse os canais de comunicação ou entre em contato pelos números (11) 5031-1765 ou Whatsapp: (11) 95604-4972.

Fonte: Francisco Sogari

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.