Governo oferece almoço especial de Natal nas unidades do Bom Prato

0
10

O cardápio vai contemplar os 22 restaurantes do programa em toda a Capital, com menus diferenciados em cada unidade 

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, por meio da Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional (Cosan), elaborou um cardápio especial de Natal a ser servido no dia 24 de dezembro nas 22 unidades do Bom Prato. 

“O Bom Prato se firmou não apenas pela questão de segurança alimentar, mas pelo aspecto de dignidade e convivência e este cardápio especial simboliza todo o carinho respeito que os clientes dos nossos restaurantes merecem”, destacou Célia Parnes, Secretária de Estado de Desenvolvimento Social. 

O cardápio diferenciado foi elaborado por cada unidade do Bom Prato e traz tender, chester ao molho de laranja, cupim assado ao molho manteiga, lagarto assado e até filé suíno ao molho de maracujá, além de escondidinho de batata com carne moída e o tradicional arroz com feijão, legumes, salada e sobremesa (mousse de limão, pêssego, panetone, doce de banana, entre outras). O cardápio poderá sofrer alteração! 

Na Cidade Ademar o cardápio será, sobrecoxa de frango ao molho Daniel, batata natalina, arroz à grega, feijão carioca. Para a sobremesa gelatina colorida.

Todos os clientes poderão se servir do almoço especial de Natal, lembrando que as refeições começam a ser servidas às 10h30, preferencialmente para idosos, e a partir das 11h para o público em geral. Adultos pagam R$ 1,00 e crianças com até 6 anos têm a refeição gratuita, assim como a população em situação de rua, que devem apresentar o cartão com QR Code. As prefeituras são responsáveis pelo cadastramento e a entrega do cartão. 

Sobre o Bom Prato 

Criado em dezembro de 2000, tem o objetivo de oferecer refeições saudáveis e de alta qualidade a custo acessível à população de baixa renda ou em situação de vulnerabilidade social. Nestes 21 anos, foram servidas mais de 295 milhões de refeições e investidos mais de R$ 987 milhões.  

Atualmente, são servidas mais de 114 mil refeições por dia nas 59 unidades: 22 na capital, 12 na Grande São Paulo, oito no litoral e 17 no interior. Os almoços e jantares têm custo de R$ 1,00 e possuem uma alimentação balanceada com 1.200 calorias, composta por arroz, feijão, salada, legumes, proteína e sobremesa (normalmente uma fruta da época). Desde setembro de 2011, todas unidades começaram a servir café da manhã, onde é oferecido café com leite, achocolatado ou iogurte, pão com margarina, requeijão ou frios e uma fruta da estação. A refeição, de 400 calorias em média, custa R$ 0,50 ao usuário. 

Devido à pandemia da COVID-19, o Bom Prato se reinventou e, respeitando as diretrizes de saúde estabelecidas e a garantia do atendimento à população em condições de vulnerabilidade, com o fechamento dos salões, as refeições passaram a ser oferecidas em embalagens descartáveis. No período, foram distribuídas mais de 55 milhões de refeições em embalagens descartáveis pelo programa. Desse total, mais de 1,3 milhão foram entregues gratuitamente. 

Crédito: Governo do Estado de São Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.