Terminal Jabaquara recebeu exposição com referência ao Dia da Consciência Negra

0
17

Para marcar o Dia da Consciência Negra, celebrado em 20/11, a EMTU/SP programou uma ação para essa quinta-feira (19) no Terminal Jabaquara. Obras de arte oferecidas pela Casa do Sitio da Ressaca e o Centro de Culturas Negras – Mãe Sylvia de Oxalá que representam a cultura negra estiveram à mostra enquanto agentes do programa Bem Querer Mulher (BQM) realizaram palestras sobre a violência contra a mulher.

Os passageiros que passaram pela Plataforma A do terminal encontraram diversos tipos de obras. Quadros, painéis, esculturas e itens utilizados para castigar os escravos durante os séculos em que o Brasil ainda era uma colônia portuguesa.
As palestras realizadas durante o evento foi de conscientização e incentivo as mulheres para denunciarem as agressões sofridas dentro de casa. O programa BQM acolhe vítimas da violência doméstica há mais de 16 anos e realiza mais de 5 mil atendimentos por ano. Orientações jurídicas e cursos para que a mulher encontrar a independência financeira são alguns dos serviços gratuitos realizados pela organização.
Dia da Consciência Negra – Foi instituído através da Lei Federal nº 10.639/2013. A data foi oficializada em 2011 como “Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra” por ser referência à morte de Zumbi dos Palmares, um dos maiores líderes quilombolas do país. A data foi definida para relembrar a luta dos negros escravizados que se rebelaram contra o sistema escravista da época.

O evento contou também com a parceria e apoio em obras e o Livro de Ouro do CIC Casa da Cidadania Jabaquara, CEU Caminho do Mar, Casa Leide das Neves – Jabaquara, e ainda da Associação Esportiva Social Travessa e Editora Juma (jornais Jabaquara e Cidade Ademar em notícias)


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.