Centro Olímpico amplia oferta de modalidade e passa a contar com Levantamento de Peso

0
4

O secretário municipal de Esportes e Lazer, Thiago Milhim, inaugurou em 28 de setembro a sala de Levantamento de Peso Olímpico, espaço administrado pelo Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP) para a formação de atletas. 

É a 11ª modalidade do Centro Olímpico, que já conta com o futebol feminino, vôlei, basquete, judô, natação, atletismo, boxe, handebol, ginástica artística e luta olímpica. Mais de 800 atletas treinam no COTP, equipamento mantido com recursos da Prefeitura de São Paulo.  

A sala de LPO ganhou o nome de Edmilson Dantas da Silva, precursor do levantamento de peso no Brasil. O espaço também é primeiro centro de treinamento da modalidade totalmente público dedicado ao esporte. 

Para o secretário de Esportes e Lazer, Thiago Milhim, a nova modalidade mostra o avanço do Centro Olímpico na formação de atletas de alto rendimento. 

“O futebol feminino do Centro Olímpico é referência em todo o país, jogadoras que já passaram estão atualmente na seleção começaram aqui no COTP. São muitos atletas importantes do país que têm uma história nesse equipamento da Prefeitura” 

Thiago Milhim disse também que a nova modalidade começou com o “pé quente”. 

“Nossos primeiros atletas foram muito bem no fim de semana (25 e 26/09), no Campeonato Brasileiro de Levantamento de Peso, disputado no Rio de Janeiro. Felipe Dias conquistou o primeiro lugar na categoria Sub-17 e foi quarto lugar no Sub-20. Beatriz Kamile ficou em terceiro na categoria Sub-17. É um sinal que começamos no caminho certo”. 

O coordenador do Centro Olímpico, Tiago Camilo, destacou o fato da modalidade de LPO estar dentro um equipamento público.  

“É muito importante essa iniciativa, o investimento público, no caso da Prefeitura, no esporte. Todos nós sabemos do retorno que temos para a sociedade quando o poder público tem o olhar voltado para o esporte” 

Tiago Camilo, medalhista olímpico, também disse que no início da carreira teve Edmilson Dantas como um de seus treinadores, por isso homenagear o antigo mestre foi uma emoção especial.

Edmilson Dantas  

O ex-atleta Edmílson da Silva Dantas, que dá nome à sala de LPO do Centro Olímpico, é precursor do Levantamento de Peso Olímpico no Brasil, com participações nas Olimpíadas de Seul, em 1988, Barcelona, em 1992, e Atlanta, em 1996. Foi medalhista nos Jogos Pan-Americanos de Havana e Mar del Plata e teve muitas outras conquistas na carreira. Emocionado com a homenagem, Edmilson Dantas disse estar confiante no trabalho que será realizado para a formação de novos atletas. 

“Tive uma longa carreira, e quando comecei havia muito preconceito, foi uma luta enorme. E hoje ser homenageado com um espaço que leva meu nome, que será usado para a formação de atletas, é um orgulho muito grande”. 

Edmilson Dantas também destacou a capacidade do treinador escolhido para comandar a modalidade de Levantamento de Peso Olímpico do COTP.  Luís Lopes, o cubano, tem no currículo quatro participações em olimpíadas, seis medalhas de ouro em Jogos Pan-Americanos e 17 medalhas em mundiais defendendo Cuba. Ele disse que o primeiro passo será a escolha dos primeiros jovens que irão formar a equipe de LPO. E depois a promessa é de muito trabalho. 

“Temos muitos anos atuando como treinador. Vamos formar nossa seleção masculina e feminina e passar por todas as etapas de treinamento. Estou muito confiante que vamos formar grandes atletas, já tivemos resultados no último fim de semana com apenas nove semanas de trabalho. Nossa expectativa é muito boa”. 

História 

A história do levantamento de peso começou na China. Em 1.100 a.C., os chineses utilizavam a prática como ferramenta para selecionar novos soldados para o Exército. Levantar diversos pesos era um pré-requisito para ser aceito. Na Grécia antiga, prática era usada como preparação para outros esportes. 

A inserção do Levantamento de Pesonos Jogos Olímpicos aconteceu em Atenas 1896. As mulheres só começaram a competir em Sydney, em 2000.
Na modalidade, existem dois tipos de provas, o arranque e o arremesso. 


Arranque: No arranque, o atleta deve levantar a barra do solo até acima da cabeça o movimento sol, sem apoiá-la em qualquer parte do corpo.
O atleta pode se agachar o abre as pernas para ele, mas só pode tocar o solo com os pés. Uma vez estabilizar da posição, com os braços e pernas estendidas, o competidor deve aguardar 2 segundos e o sinal dos árbitros para soltar a barra. 

Arremesso: A prova de arremesso executada em duas partes. Na primeira, o atleta da Barra até altura, por cima do peito.
Depois, ele se alinhar novamente e completa o movimento a força dos braços e das pernas para erguer a barra acima da cabeça.
No fim, deve estabilizar a posição com braços e pernas estendidas até receber o sinal dos árbitros. 

Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa 

Av. Ibirapuera, 1315 – Vila Clementino

Foto: Samuel Fragoso

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.