Campanha Doe sangue regularmente

0
4

Solidariedade que salva vidas. Para promover esse sentimento e aumentar as doações de sangue nos 107 hemocentros distribuídos em todo o país, o Ministério da Saúde lançou na segunda-feira (14), a campanha “Doe sangue regularmente. Com a nossa união, a vida se completa”. A data celebra o Dia Mundial do Doador de Sangue.

Por conta da pandemia, em 2020, o registro de doações caiu cerca de 10%. Foram 2,9 milhões de doações realizadas no ano passado. Mesmo com a redução, não houve desabastecimento de sangue no Brasil.

Com o Plano Nacional de Contingência do Sangue, o Ministério da Saúde realizou o remanejamento de bolsas entre os estados para que não houvesse escassez. Em 2020, foram remanejadas 2.481 bolsas de concentrado de hemácias entre os hemocentros coordenadores estaduais. Em 2021, até maio, foram 185 bolsas.

O Ministério da Saúde investiu, em 2021, R$ 1,6 bilhão na Rede Nacional de Serviços de Hematologia e Hemoterapia (Hemorrede). No ano passado, os recursos para a rede somaram R$ 1,8 bilhão.

O Dia Mundial do Doador de Sangue foi organizado pela primeira vez em 2005, a partir de uma iniciativa conjunta da Organização Mundial da Saúde (OMS), da Federação Internacional da Cruz Vermelha e das Sociedades do Crescente Vermelho para aumentar a conscientização sobre a necessidade de sangue e produtos derivados seguros e também para agradecer aos doadores, que salvam vidas a partir de um gesto voluntário.

Foto: Reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.