Campanha do agasalho da Associação Comercial de São Paulo (ACSP)

0
13

A estação mais fria do ano não chegou oficialmente, mas a população da capital e região metropolitana, especialmente a mais carente, já sofre com a queda da temperatura. Para aliviar e aquecer pessoas em situação de vulnerabilidade social, a Campanha do Agasalho da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) foi antecipada e teve início no dia 11 de maio indo até o dia 25 de junho. A iniciativa é coordenada pelo Conselho da Mulher Empreendedora e da Cultura (CMEC).

Em seu terceiro ano consecutivo, a Campanha do Agasalho ganha reforços. Além do edifício sede da ACSP e das 15 Distritais espalhadas pela capital e de lojas, comércio e empresas participantes, as Associações Comerciais de todo o Estado devem aderir à causa. Por causa do covid-19, todas as doações serão higienizadas antes de ser encaminhadas para as instituições parceiras. 
 

No site www.campanhadoagasalho2021.com.br/ também será possível contribuir com dinheiro. O valor arrecadado será direcionado para a compra de cobertores e agasalhos. 

A mobilização é uma iniciativa da presidente do CMEC, Ana Claudia Badra Cotait. “A campanha é mais que um ato de bondade. É um gesto de amor ao próximo. O inverno castiga muitas pessoas e famílias e não podemos cruzar os braços. Nossa missão é continuar aquecendo-os”, encoraja.
 

O empenho em prol da solidariedade tem dado resultado. Nas duas primeiras edições, o Conselho da Mulher contabilizou mais de 100 instituições e organizações beneficiadas. Por meio dessas entidades, muitas pessoas que não têm a possibilidade de comprar peças de roupas, agasalhos e cobertores conseguiram se proteger do frio.
 

Para este ano a expectativa é de superar os números de 2020. “Mesmo em um ano difícil, superamos todas as expectativas. Vimos a comunidade, os lojistas e diversos parceiros se empenharem fortemente em favor dessa causa. O resultado foi mais de 42 mil peças arrecadadas”, pontua Alfredo Cotait Neto, presidente da Associação Comercial.
 

Os números foram possíveis justamente pela quantidade de pontos de coleta (133) que colaboraram de maneira fundamental no sucesso da campanha. As doações foram encaminhadas para 58 instituições de apoio às pessoas necessitadas. Em 2019 a campanha registrou 25 mil doações.

ACSP Distrital Centro Sul

Em 2020 a Distrital Centro Sul que atende Jabaquara, Cidade Ademar e parte do Campo Belo, conseguiu arrecadar 461 peças que foram entregues ao Lar Meimei. Este ano a Coordenadora do Conselho da Mulher Empreendedora e da Cultura (CMEC) da Centro Sul, Etles Maziero espera superar a meta. “nessa campanha 2021 esperamos dobrar o número de doações, por esse motivo fica o convite para os empresários e moradores estarem unidos com a associação apoiando a campanha”.

Para o Superintendente Jefferson José da Silva “a campanha deste ano deverá, principalmente por motivo da pandemia, superar de longe as campanhas anteriores. Por tudo que estamos passando observamos que nas pessoas está aflorando o espírito de solidariedade como nunca visto antes. A perda de entes queridos, de emprego, de renda, de empreendimento fruto de anos de esforços, bombardeio diário de notícias ruins, e tantas vicissitudes fazem com que, mesmo aqueles que ainda têm o privilégio que os permita atravessar sem estes percalços, se sensibilizem ao observar ao seu redor tanto sofrimento. Com toda esta tragédia acreditamos que ninguém ficará indiferente. A sede da Distrital Centro-Sul da ACSP- Av. Santa Catarina 641, é um dos locais de arrecadação no horário comercial, e ainda, para quem puder, temos as caixas a serem colocadas em outros locais, que podem ser no seu comércio, na sua empresa, no condomínio, etc. Nosso foco é o empreendedorismo, mas não dá para ficar omisso”  definiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.