Bancos de sangue precisam de doações

0
44

O último dia 25 de novembro foi o dia nacional da doação de sangue. O gesto solidário de doar uma pequena quantidade do próprio sangue para salvar a vida de pessoas que se submetem a tratamentos, intervenções médicas, feridos e pacientes de doenças crônicas graves. A pandemia do coronavírus na cidade atingiu os bancos de doação de sangue, que estão com seus estoques em estado crítico.
Para garantir a segurança dos doadores durante a pandemia, foram criados mecanismos para evitar qualquer tipo de contaminação, com fluxos de entrada diferenciados, agendamento de horário para doações, além da oferta de mecanismos de segurança.
Por mês, cerca de 20 mil pessoas recebem as bolsas de sangue da Fundação Pró-Sangue. Uma única doação pode salvar até quatro vidas. Faça sua parte, independentemente de parentesco entre o doador e quem receberá a doação. O sangue é insubstituível e, por isso, a importância de se manter os estoques de sangue sempre abastecidos e não apenas em datas específicas ou quando algum conhecido precisar.
Bancos de sangue estão seguros
Para garantir a segurança dos doadores, os bancos de sangue adotaram medidas de segurança contra o coronavírus, que estão seguindo todas as orientações necessárias de prevenção.  Para evitar aglomerações, os atendimentos são feitos com hora marcada. Além disso, locais como salas de espera e para a retirada foram redimensionados para evitar o contato próximo entre as pessoas.
Requisitos básicos
Estar em boas condições de saúde. Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos, deve preencher um formulário de autorização). Pesar no mínimo 50kg.
Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas).
Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação). Apresentar documento original com foto recente, que permita a identificação do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social, Carteira Nacional de Habilitação e RNE-
Honestidade também salva vidas. Ao doar sangue, seja sincero na entrevista.

Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.