18/07/2018

O Jornal Mídia Kit Edição Digital Fale Conosco

18/07/2018



Durante a Operação de Páscoa 23 veículos foram apreendidos por transporte clandestino

Publicado em 26/04/2017

 

Com foco no combate ao transporte irregular de passageiros, a Artesp reforçou a fiscalização deste último feriado de Páscoa nas rodovias que levam ao litoral paulista – viagem em que há intensa abordagem pelo serviço clandestino principalmente nas imediações do Terminal Rodoviário do Jabaquara. Entre quarta-feira (dia 12) e domingo (dia 16) os fiscais da Artesp abordaram 145 veículos, dos quais 23 (16% do total) eram clandestinos, ou seja, estavam transportando passageiros sem licença. Esse balanço considera as ações realizadas com apoio da Polícia Militar Rodoviária nas Rodovias Anchieta (SP 150), Imigrantes (SP 160) e Tamoios (SP 98), além das operações feitas com apoio da SPTrans e EMTU no Jabaquara. A maioria das viagens partia da capital com destino ao litoral paulista.
 
O serviço irregular (sem licença) oferece inúmeros riscos aos passageiros, uma vez que o veículo não passa pelas vistorias mecânicas, não há garantia de que o motorista seja habilitado para atuar no transporte coletivo e, em caso de acidente, não há seguro para os passageiros. Por esse motivo, a Agência alerta para que os passageiros não utilizem o transporte clandestino seja em suas viagens de rotina ou no próximo feriado de Tiradentes, já nessa semana. Quando o veículo é apreendido pela Artesp, os passageiros seguem viagem com empresa regularizada sem custo adicional, mas passam por esse inevitável transtorno do transbordo que acaba aumentando seu tempo de viagem.
 
A fiscalização da Artesp tem o objetivo de coibir o transporte irregular ou as irregularidades cometidas pelas empresas que estão atuando no setor legalmente. O objetivo é aumentar a segurança das viagens e dos passageiros. No ano passado, a fiscalização da Artesp apreendeu 1.132 clandestinos em todo o Estado de São Paulo. 

FECHAR

 
Publicidade
Publicidade
Publicidade