13/11/2018

A Editora Mídia Kit Edição Digital Fale Conosco

13/11/2018



Programa Minha Biblioteca dará livros infantis e infanto-juvenis a estudantes

Publicado em 07/11/2018

No dia 01/11 a Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), lançou o Programa Minha Biblioteca, na Biblioteca Mário de Andrade, na região central.

 

 

No dia 01/11 a Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME),  lançou o Programa Minha Biblioteca, na Biblioteca Mário de Andrade, na região central.

O objetivo do projeto é promover o acesso e fomentar o hábito da leitura dos estudantes da rede municipal, por meio da entrega de livros infantis e infanto-juvenis. Para cada um dos três ciclos do ensino fundamental – Alfabetização (1º ao 3º), Interdisciplinar (4º ao 6º) e Autoral (7º ao 9º) –, foram selecionados 70 títulos. Cada criança receberá dois livros e poderá trocá-los com os colegas ao longo do ano letivo.

As 561 unidades educacionais serão contempladas a partir de dezembro, - 547 escolas de ensino fundamental (EMEFs), oito de nível fundamental e médio (EMEFMs) e seis de educação bilíngue para surdos (EMEBs) – assim como  todos os seus estudantes (aproximadamente 430.000), totalizando a compra de aproximadamente 860.000 livros, divididos pelos 210 títulos selecionados. O investimento para o Programa Minha Biblioteca foi de R$ 17.000.000,00.

“Distribuir livros e, assim, estimular o gosto pela leitura, é um projeto que ultrapassa os muros da escola. Esse hábito, tão saudável e necessário nos dias de hoje, deve se estender também aos pais e familiares dos nossos alunos”, afirma Alexandre Schneider, secretário municipal de Educação.

Os títulos apresentados pelas editoras foram avaliados pela comissão de servidores da SME com formação e experiência na área, designados pela portaria nº. 6.600/2018, publicada em 5 de setembro,  de acordo com o edital publicado no Diário Oficial em 13 de setembro.

 Acervo das salas

Foram selecionados, ainda, 147 títulos para composição e atualização do acervo das salas e espaços de leitura das unidades educacionais. Além das escolas, serão contemplados 16 Centros Integrados de Educação de Jovens e Adultos (CIEJAs) e as 46 bibliotecas dos Centros Educacionais Unificados (CEUS). Serão distribuídos dois exemplares de cada título, totalizando a compra de 183.162 livros no acervo das salas de leitura. Foram empregados R$ 3.700.000,00 na aquisição de livros para o Acervo.

Também serão obtidos os títulos citados nos Cadernos da Cidade – Saberes e Aprendizagem, material de apoio didático produzido pela SME para estudantes do 1º ao 9º ano do ensino fundamental nos componentes curriculares Língua Portuguesa, Matemática e Ciências Naturais. O objetivo é permitir que os alunos do ensino fundamental da rede municipal tenham contato direto com a versão integral das obras citadas nos cadernos. Esta aquisição contempla 168 títulos, sendo que serão distribuídos cinco exemplares de cada título para as 561 unidades educacionais de ensino fundamental da rede - 547 EMEFs, oito EMEFMs e seis EMEBs - totalizando a compra de 471.240 livros, que resultará no investimento de R$ 9.500.000,00.

Segundo o prefeito Bruno Covas, o projeto será ampliado em 2019. “A partir do ano que vem nós também vamos doar esses livros para os alunos da rede infantil. São mais 280 mil alunos e, desta forma, teremos 710 mil crianças recebendo livros da Prefeitura”, destacou o prefeito Bruno Covas.

 

 

 

FECHAR

 
Publicidade