25/09/2018

A Editora Mídia Kit Edição Digital Fale Conosco

25/09/2018



Segurança e limpeza urbana, solicita moradores na Cidade Ademar

Publicado em 02/05/2018

A reunião do Conselho Participativo Municipal do bairro Cidade Ademar, recebeu neste dia 23 de abril, o delegado titular da 43° Delegacia de Polícia do Estado de São Paulo Dr. Adhemar de Souza, o

 

A reunião do Conselho Participativo Municipal do bairro Cidade Ademar, recebeu neste dia 23 de abril, o delegado titular da 43° Delegacia de Polícia do Estado de São Paulo Dr. Adhemar de Souza, o representante legal da SPTrans Adelgenor Ferreira Santos, representando a Prefeitura Regional da Cidade Ademar, Geraldo Varote, esclarecendo dúvidas, ditando leis que a população tem, além das reivindicações feitas pelas pessoas presentes no encontro do Conseg.

Entre as reivindicações dos moradores estavam a solicitação de capinagem na Avenida Cupecê, porque segundo os domiciliados deste local é perceptível a diferença entre ir para o Jardim Miriam e para o Morumbi, outra reclamação foi que em frente a Escola João Evangelista alguns indivíduos estão vendendo drogas aos alunos e a poda de árvores no entorno da escola. Em relação às drogas os representantes policiais pediram que ao presenciarem cenas como esta entrar em contato no 190.      

Outra reclamação feita por um grande números dos que ali estavam, foi incômodos sofridos pelo moradores devidos os pancadões, as festas realizadas de sexta a domingo sem parar e com o som extremamente alto.  Segundo o Dr. José Adhemar  “ este tipo de evento fica difícil de combater, pois a política do Brasil, as consideram como movimentos populares” e orientou os moradores a “ anotarem as placas dos veículos que estão com som alto e passar para a polícia, pois pertubação de sossego é crime” conclui o delegado 

Durante este encontro o técnico da SPTrans passou o retorno da reivindicação durante a reunião do Conseg de março quanto a instalação de um ponto de ônibus na Av. Celso dos Santos número 1036, onde foi aprovado e encaminhado para a SPObras. Outra orientação passada foi a Lei 16.490 de 15/07/16 que no Art. 1º e 2° diz que “as mulheres e os idosos que utilizam o transporte coletivo urbano de passageiros podem optar pelo local mais seguro e acessível para desembarque a partir das 22 horas e até às 5 horas do dia seguinte” e que a “parada para desembarque deverá ocorrer em local que obedeça ao trajeto regular da linha e onde não seja proibida a parada de veículos”. Adelgenor Ferreira ainda reforçou que os transportes coletivos possuem “câmeras na catraca para controlar o uso indevido dos cartões de idoso, estudante ou deficiente, porque serão bloqueados caso ocorra a inflação”.

A moradora da Rua Comendador Ítalo Franceschi no entorno do piscinão 2 (antiga feira livre), comentou sobre a sujeira no local e o grande número de mosquitos que estão invadindo as casas. O representante da Prefeitura Regional da Cidade Ademar, Geraldo Varote avaliou  que estavam sem contrato para desassoreamento com limpeza mecânica e manual dos reservatórios de amortecimento de cheia – piscinões, assim como sem recursos para contratação de empresa especializada na instalação de quatro conjuntos de Soft Start, que foram furtados no final de 2016. Geraldo apresentou o ofício encaminhado ao secretário adjunto da Secretaria Municipal de Prefeituras Regionais, relatando a urgência da reativação do contrato, que para ele já estava sendo solucionado e logo dariam início às limpezas, manutenção e zeladoria do bairro.

As reuniões do Conselho Participativo é itinerante e aberta aos munícipes, uma forma de reivindicar diretamente aos membros da SpTrans, Prefeitura Regional, CET, EletroPaulo e outros, onde sua participação é essencial. 

 

 

 

FECHAR

 
Publicidade