09/12/2019

A Editora Mídia Kit Edição Digital Fale Conosco

09/12/2019



Moradores se mobilizam contra instalação de abrigo

Publicado em 28/10/2019

Na reunião do Conseg foi apresentado o problema

Segunda-feira (21/10) o salão de festa da Sociedade Amigos da Cidade Vargas se tornou pequeno pelo número de moradores locais que estiveram presentes na reunião do Conseg. O intuito dos mesmos era apresentar problemas recorrentes do bairro, a fim de solicitar junto às autoridades da mesa apoio para que o Centro de atendimento Socioeducativo ao Adolescente de Semiliberdade Araré não mudasse da Av. Pedro Severino Júnior, 64, Vila Guarani, conforme publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo no sábado dia 12/10, para o endereço da Rua onze de Fevereiro, 153 esquina com a Anita Costa, os moradores temem a falta de segurança que o centro possa oferecer, e ainda recordam que o bairro já passou por muitas mudanças negativas que prejudicaram o bairro da Cidade Vargas. Uma das moradoras apontou um dos problemas enfrentados na época da antiga FEBEM Imigrantes justificando que teme passar novamente por situações semelhantes como assaltos frequentes e medo constante. O subprefeito do Jabaquara Arnaldo Faria de Sá na oportunidade esclareceu algumas duvidas sobre o projeto. “Alguns moradores entenderam que seria um projeto da prefeitura, mas na verdade é do Governo do Estado e Secretaria da Justiça e Cidadania. O que se pode fazer é unir os moradores insatisfeitos e realizar um baixo assinado, e para ajudar a Subprefeitura se dispõe a levar o documento para o secretário da Justiça e Cidadania Paulo Dimas Mascaretti para verificar essa situação.”

Arnaldo ainda diz que mesmo que o projeto vá adiante como já esta acontecendo é possível depois de sua instalação à retirada do mesmo, e assim como a moradora acima; Arnaldo relembra a conquista dos moradores na retirada do antigo Presidio da FEBEM por meio de abaixo assinado e manifestações e enfatiza que por ser um bairro residencial o respaldo é ainda maior para reclamações, além disso, ressalta que a Cidade Vargas é uma região histórica, e conclui “se a população se articula ela consegue tudo”.

Dias depois a comunidade acatou a ideia do abaixo assinado que já se encontra disponível em alguns comércios, como a Padaria Daniela – Av. Lino de Almeida Pires, 227 - o documento será recolhido no dia 30/10 quarta-feira e será juntada ao montante e entregue a Subprefeitura Jabaquara.

Outro transtorno apresentado pelos mesmos moradores foi o excesso de veículos estacionados na frente das casas em período de eventos da São Paulo Expo, segundo eles ficam presos sem ter como sair de casa devido aos carros estacionados tomando parte dos portões.

 

FECHAR

 
Publicidade
Publicidade