26/04/2018

O Jornal Mídia Kit Anuncie Edição Digital Fale Conosco
Receba nossa newsletter

26/04/2018



Motoqueiros continuam fazendo vitimas na Cidade Ademar

Publicado em 05/04/2018

Os moradores do Condomínio Residencial Celso dos Santos pediram as autoridades presentes na reunião do Conselho Comunitário de Segurança Cidade Ademar, policiamento no horário das 5 horas da manh

Os moradores do Condomínio Residencial Celso dos Santos pediram as autoridades presentes na reunião do Conselho Comunitário de Segurança Cidade Ademar, policiamento no horário das 5 horas da manhã na avenida Celso dos Santos e imediações pois estão sendo vitimas de motoqueiros que levam bolsas, celulares e todos os pertencer das pessoas. Outra reclamação com os motoqueiros é o barulho que fazem ao passar em frente o condomínio a qualquer hora do dia e da noite.

Reivindicações de buraco na Rua Gaspar de Brito com a Bartolomeu Bezerra, retirada de árvore seca na rua Baquirivu. Calçadas danificadas na Av. Cupecê altura do número 2891 e interrompida por mesas e cadeiras de bares. Outra calçada que motivo de reclamação foi do entorno da UBS Umuarama na Rua Antônio Gil, que segundo o morador esta sem condição de trafegar por ela.

A UBS de Vila Constância esta com invasões de adolescentes nos finais de semana quando o local fica sem vigilantes, para usarem a caixa d’água como piscina “eles quebram a tampa, a UBS não tem verba suficiente para cobrir o prejuízo, pois a tampa custa em média R$ 700,00, essa era a maior caixa para o abastecimento e agora está desativada” lamentou Silvana Pulvirente professora de artes no espaço da UBS Vila Constância localizada na rua Hermenegildo Martini, s/n.

Para os moradores presente na reunião “os menores estão fazendo o que querem e sem punição”. Silvana acrescentou que “um adolescente passou com a bicicleta em cima do pé do vigilante da UBS Vila Constância e ainda brigou com ele, o jovem foi em casa e chamou o irmão mais velho que veio tirar satisfação com o segurança a ponto dos funcionários ter que tira-lo do local”.

Conselheiros Tutelar da Cidade Ademar e do Jabaquara estavam presentes no encontro. O conselheiro Wendell Valente Reis fez uma explicação sobre as atribuições do conselho. “O Conselho Tutelar é um órgão de garantia de direitos não é um órgão executor de serviço”, para a professora Deise Tavares “a situação é por falta de politicas publicas e informou sobre a Ong Amor- Exigente, um trabalho com a família, esses menores estão largados dos seus familiares”.

O delegado titular do 43º DP Dr. José Adhemar de Souza, falou da importância da realização dos boletins de ocorrência e o reconhecimento dos meliantes, “a policia precisa de informações”, colocou que a delegacia fica aberta das 8h ás 20h e que fora desse horário eles devem ser feito na 98º DP – Av. Ângelo Cristianini, 467 Jardim Miriam – e que toda semana é feito em média 10 a 15 flagrantes, “e para prender tem que informar ao juiz”.

Em resposta ao grande número de moradores de rua na região da Cidade Ademar o representante prefeitura Geraldo Varote, respondeu que foi verificado 60 pontos de moradores e que a Prefeitura Regional esta fazendo ação em conjunto com a assistente social, “eles conversam e faz encaminhamento, quando saem fazemos a limpeza, e o que percebemos foi que muitos vieram de Santo Amaro, que fez uma operação no bairro e eles se migaram para a Cidade Ademar, o que podemos fazer é tirar as coisa deles fazendo uma vez por semana a operação de limpeza”.

As reuniões do Conselho Comunitário de Segurança da Cidade Ademar é itinerante aberta aos munícipes, uma forma de reivindicar diretamente aos membros representantes da segurança do bairro. O próximo encontro será na E.E. Prof. João Evangelista Costa, localizado na Av. Cupecê, 2.672, ás 19h30.

 

 

FECHAR

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade