21/07/2018

O Jornal Mídia Kit Edição Digital Fale Conosco

21/07/2018



Jabaquara em notícias 26 anos de muita história junto com o povo

Publicado em 15/11/2017

Ao longo desses 26 anos de estrada, o Jabaquara em notícias levou voz a população junto a prefeitura regional e muitas histórias comoventes de superação e conquistas alcançadas para o bairro

 

 

Ao longo desses 26 anos de estrada, o Jabaquara em notícias levou voz a população junto a prefeitura regional e muitas histórias comoventes de superação e conquistas alcançadas para o bairro

 

O jornal Jabaquara em notícias completa neste ano seu 26° aniversário. Registrado sob o n°159.752 do 1° Cartório de Registro de Títulos e Documentos de São Paulo. Ainda em preto e branco teve sua primeira edição veiculada no dia 13 de novembro de 1991 com o objetivo de ajudar e defender a população do Jabaquara e região. Mudaram-se os tempos, e as vontades, mas mantiveram-se as sementes lançadas por Rosa Maria Gomes de Oliveira, diretora do jornal, ao longo desses 26 anos. A independência, o rigor, a dimensão regional e o carácter reivindicativo pelas causas da região, são os pontos principais deste veículo.

Na década de 1990, a criação de jornais de bairro estava em alta. Todo mundo queria montar um jornal. Desde sempre Rosa Oliveira era curiosa. Montou um estacionamento. Passou pela Editora Edmetc onde realizava serviços de marketing para a Associação de Pais e Amigos Excepcionais de São Paulo (APAE), Polícia Militar e o complexo educacional FEI. Com ideia já em mente, certo dia passou pelas ruas do Jabaquara e pela prefeitura regional para conhecer o bairro e viu que não tinha nenhum jornal comunitário. A partir daí deu andamento ao seu projeto e em 1991 criou o Jabaquara em notícias.

O jornal veio ganhar cores (somente a capa) em 1997, com reportagens sobre a comemoração do 6° ano do JN (Jabaquara em notícias), inauguração do marco rotário do Rotary Clube Jabaquara, contando com presença de políticos e empresários entre outras matérias.

A Editora Jornalística Juma funcionou por mais de 10 anos na rua Cassuarinas, onde também funcionava o estacionamento Juma Park. Há exatamente 6 anos o escritório da editora está localizado na rua Onofre Silveira. Com 20 mil tiragens e publicado quinzenalmente, o Jabaquara em notícias é distribuído gratuitamente em pontos de distribuição (bancas de jornal, mercados e associações) e principais ruas e avenidas do bairro Jabaquara, Vila Mariana, Mirandópolis, Praça da Árvore, Bosque da Saúde, Jardim Aeroporto, Vila Santo Stéfano, Saúde, Planalto Paulista, São Judas, Vila Guarani, Água Funda, Cidade Vargas, Vila Facchini, Jardim Scaff, Vila Santa Catarina e a Vila Mascote.

O JN faz parte da Editora Jornalística Juma que possui outras duas mídias impressas: o Cidade Ademar em notícias com 11 anos de circulação. Atendendo a população do Jardim Miriam, Divisa de Diadema, Americanópolis, Casa Palma, Interlagos (parte), Jardim Consórcio, Jardim das Oliveiras, Vila Joaniza, Vila Missionária e Jardim Prudência, com 20 mil exemplares e publicados quinzenalmente. E o Jardim São Luís em notícias criado há um ano pela editora.

Assim como o mundo se desenvolve, o Jabaquara em notícias caminha no mesmo ritmo, se modernizando para trazer ao leitor a melhor compreensão dos fatos ocorridos no bairro. Desde a criação, o logotipo do jornal vinha acompanhado de um trem como aponta a diretora e editora chefe Rosa Maria Gomes de Oliveira “quando começamos o nosso metrô tinha poucas linhas, como era da década de 1970, e o ponto inicial foi aqui ligando a zona norte a zona sul. Por isso decidi colocar o trem como logotipo do jornal”. Ainda segundo Rosa Oliveira, o trem foi retirado do logotipo porque “como o nome Jabaquara é um nome comprido, nome marcante. Então decidimos tirar e deixar apenas Jabaquara em notícias”.

“Desde o começo já existia uma grande luta na região. Uma delas foi a canalização do córrego do Cordeiro. Em frente a esse córrego tem uma creche. Na verdade, ele consta como canalizado, mas não é. Ele só tem um muro de arrimo, e foi aprofundado. Foi uma luta dos moradores desta rua, das crianças e dos dirigentes dessa creche. E eu acabei me tornando voluntária nesse núcleo de ensino, de tanto que ajudei, cobrando com o jornal uma melhoria para aquela região”. Relata Rosa Oliveira sobre uma das conquistas alcançadas no início do jornal.

A presidente e pedagoga da Associação Comunidade Alga em homenagem ao jornal, declara que “é um jornal de extrema importância para o bairro, estando sempre presente nos eventos desenvolvidos por nós. Conseguimos bastante doações através do jornal”.

Já o morador e líder comunitário da Vila Santa Catarina (Vietnã) Jhones Rodrigues dos Santos aponta que “o jornal Jabaquara é uma peça fundamental em nossa comunicação. É um jornal cuja realidade é mostrada com clareza, atendendo a todos e a todas necessidades de nossa região”. E concluiu parabenizando e agradecendo a existência da editora “parabéns jornal Jabaquara e obrigado pela sua existência que venha crescendo cada vez mais”.

O objetivo desde a criação do Jabaquara em notícias em 1991, foi está buscando melhorias para o bairro, divulgar os talentos que existe no Jabaquara e nas regiões próximas que na maioria das vezes não são visto de forma sucinta, que venha motivar o jovem a continuar lutando pelos sonhos e objetivos impostos por ele mesmo, divulgar eventos ocorridos na região e outros.

E em homenagem ao dia do radialista, do líder comunitário e da língua portuguesa, dia 07, a diretora Rosa Maria G. de Oliveira, recebeu o Prêmio Cidade de São Paulo de Jornalismo Comunitário 2017, concebido pelo Conselho das Associações de bairros do Jabaquara e Adjacências (Consabeja) pelos serviços prestados a comunidade. E é como muita garra e compromisso com a sociedade que a editora Juma com seus veículos de comunicação, Jabaquara, Cidade Ademar e Jardim São Luís em notícias atuam e atuarão junto a câmara municipal e a prefeitura para melhorias do bairro.

 

 

 

 

 

 

 

 

Jabaquara em notícias 26 anos de muita história junto com o povo

 

Ao longo desses 26 anos de estrada, o Jabaquara em notícias levou voz a população junto a prefeitura regional e muitas histórias comoventes de superação e conquistas alcançadas para o bairro

 

O jornal Jabaquara em notícias completa neste ano seu 26° aniversário. Registrado sob o n°159.752 do 1° Cartório de Registro de Títulos e Documentos de São Paulo. Ainda em preto e branco teve sua primeira edição veiculada no dia 13 de novembro de 1991 com o objetivo de ajudar e defender a população do Jabaquara e região. Mudaram-se os tempos, e as vontades, mas mantiveram-se as sementes lançadas por Rosa Maria Gomes de Oliveira, diretora do jornal, ao longo desses 26 anos. A independência, o rigor, a dimensão regional e o carácter reivindicativo pelas causas da região, são os pontos principais deste veículo.

Na década de 1990, a criação de jornais de bairro estava em alta. Todo mundo queria montar um jornal. Desde sempre Rosa Oliveira era curiosa. Montou um estacionamento. Passou pela Editora Edmetc onde realizava serviços de marketing para a Associação de Pais e Amigos Excepcionais de São Paulo (APAE), Polícia Militar e o complexo educacional FEI. Com ideia já em mente, certo dia passou pelas ruas do Jabaquara e pela prefeitura regional para conhecer o bairro e viu que não tinha nenhum jornal comunitário. A partir daí deu andamento ao seu projeto e em 1991 criou o Jabaquara em notícias.

O jornal veio ganhar cores (somente a capa) em 1997, com reportagens sobre a comemoração do 6° ano do JN (Jabaquara em notícias), inauguração do marco rotário do Rotary Clube Jabaquara, contando com presença de políticos e empresários entre outras matérias.

A Editora Jornalística Juma funcionou por mais de 10 anos na rua Cassuarinas, onde também funcionava o estacionamento Juma Park. Há exatamente 6 anos o escritório da editora está localizado na rua Onofre Silveira. Com 20 mil tiragens e publicado quinzenalmente, o Jabaquara em notícias é distribuído gratuitamente em pontos de distribuição (bancas de jornal, mercados e associações) e principais ruas e avenidas do bairro Jabaquara, Vila Mariana, Mirandópolis, Praça da Árvore, Bosque da Saúde, Jardim Aeroporto, Vila Santo Stéfano, Saúde, Planalto Paulista, São Judas, Vila Guarani, Água Funda, Cidade Vargas, Vila Facchini, Jardim Scaff, Vila Santa Catarina e a Vila Mascote.

O JN faz parte da Editora Jornalística Juma que possui outras duas mídias impressas: o Cidade Ademar em notícias com 11 anos de circulação. Atendendo a população do Jardim Miriam, Divisa de Diadema, Americanópolis, Casa Palma, Interlagos (parte), Jardim Consórcio, Jardim das Oliveiras, Vila Joaniza, Vila Missionária e Jardim Prudência, com 20 mil exemplares e publicados quinzenalmente. E o Jardim São Luís em notícias criado há um ano pela editora.

Assim como o mundo se desenvolve, o Jabaquara em notícias caminha no mesmo ritmo, se modernizando para trazer ao leitor a melhor compreensão dos fatos ocorridos no bairro. Desde a criação, o logotipo do jornal vinha acompanhado de um trem como aponta a diretora e editora chefe Rosa Maria Gomes de Oliveira “quando começamos o nosso metrô tinha poucas linhas, como era da década de 1970, e o ponto inicial foi aqui ligando a zona norte a zona sul. Por isso decidi colocar o trem como logotipo do jornal”. Ainda segundo Rosa Oliveira, o trem foi retirado do logotipo porque “como o nome Jabaquara é um nome comprido, nome marcante. Então decidimos tirar e deixar apenas Jabaquara em notícias”.

“Desde o começo já existia uma grande luta na região. Uma delas foi a canalização do córrego do Cordeiro. Em frente a esse córrego tem uma creche. Na verdade, ele consta como canalizado, mas não é. Ele só tem um muro de arrimo, e foi aprofundado. Foi uma luta dos moradores desta rua, das crianças e dos dirigentes dessa creche. E eu acabei me tornando voluntária nesse núcleo de ensino, de tanto que ajudei, cobrando com o jornal uma melhoria para aquela região”. Relata Rosa Oliveira sobre uma das conquistas alcançadas no início do jornal.

A presidente e pedagoga da Associação Comunidade Alga em homenagem ao jornal, declara que “é um jornal de extrema importância para o bairro, estando sempre presente nos eventos desenvolvidos por nós. Conseguimos bastante doações através do jornal”.

Já o morador e líder comunitário da Vila Santa Catarina (Vietnã) Jhones Rodrigues dos Santos aponta que “o jornal Jabaquara é uma peça fundamental em nossa comunicação. É um jornal cuja realidade é mostrada com clareza, atendendo a todos e a todas necessidades de nossa região”. E concluiu parabenizando e agradecendo a existência da editora “parabéns jornal Jabaquara e obrigado pela sua existência que venha crescendo cada vez mais”.

O objetivo desde a criação do Jabaquara em notícias em 1991, foi está buscando melhorias para o bairro, divulgar os talentos que existe no Jabaquara e nas regiões próximas que na maioria das vezes não são visto de forma sucinta, que venha motivar o jovem a continuar lutando pelos sonhos e objetivos impostos por ele mesmo, divulgar eventos ocorridos na região e outros.

E em homenagem ao dia do radialista, do líder comunitário e da língua portuguesa, dia 07, a diretora Rosa Maria G. de Oliveira, recebeu o Prêmio Cidade de São Paulo de Jornalismo Comunitário 2017, concebido pelo Conselho das Associações de bairros do Jabaquara e Adjacências (Consabeja) pelos serviços prestados a comunidade. E é como muita garra e compromisso com a sociedade que a editora Juma com seus veículos de comunicação, Jabaquara, Cidade Ademar e Jardim São Luís em notícias atuam e atuarão junto a câmara municipal e a prefeitura para melhorias do bairro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FECHAR

 
Publicidade