21/07/2018

O Jornal Mídia Kit Edição Digital Fale Conosco

21/07/2018



Escola dos Doutores da Alegria abre seleção para o programa de formação de palhaço para jovens

Publicado em 20/10/2017

Formação gratuita para jovens em situação de vulnerabilidade e risco social que buscam a oportunidade de ingressar no mercado artístico, o Programa de Formação de Palhaço para Jovens da Escola

 

Formação gratuita para jovens em situação de vulnerabilidade e risco social que buscam a oportunidade de ingressar no mercado artístico, o Programa de Formação de Palhaço para Jovens da Escola dos Doutores da Alegria tem inscrições abertas para sua 8ª turma até 24 de novembro.

Os interessados devem enviar currículo (nome, idade, formação, trabalhos anteriores) e carta de interesse para a sede da associação (Rua Alves Guimarães, 73 - Pinheiros - São Paulo SP). Os pré-requisitos são: ter entre 17 a 23 anos, com disponibilidade de horário de segunda à sexta-feira das 9h às 13h, além de horários livres para atividades extraclasse; ter concluído o ensino fundamental ou estar matriculado na rede pública de ensino; e renda familiar per capita de até R$ 702.

Com 25 vagas disponíveis, o programa contempla não só o aprendizado da linguagem do palhaço, como também a ampliação do acesso ao repertório artístico cultural e a abordagem questões sociais e políticas usando a filosofia como base de pensamento. Com dois anos e meio de duração, é um dos poucos cursos de longa duração voltados para esta vertente em todo país.

A seleção terá três etapas: análise de currículos, entrevistas e aula prática. A divulgação dos aprovados será feita pelas redes sociais e site da associação (www.doutoresdaalegria.org.br). As aulas começam em 30 de julho de 2018.

É importante ressaltar que a formação não tem relação com a seleção de elenco para Doutores da Alegria. Os jovens aprovados receberão bolsa-auxílio mensal de R$ 565.

“Criar um programa de formação em palhaço, de longa duração, sem nenhum parâmetro no Brasil e na América Latina, exigiu muita pesquisa no campo prático e teórico. Tínhamos a prática dos palhaços nos hospitais, na rua, no teatro, no circo, referências de escolas de arte, de pesquisas sobre a comédia, da oralidade de transmissão de saberes de mestres palhaços, etc. Era preciso criar um programa que dialogasse com jovens artistas em formação. Cada referência foi uma linha que usamos para tecer a nossa pedagogia e, depois de 13 anos, temos uma bela lona onde podemos formar palhaços profissionais com engajamento artístico, social e político”, resume Heraldo Firminocoordenador do Programa.

As matérias que compõem o programa incluem técnicas circenses, história do circo, cultura brasileira, elaboração de projetos, musicalização, técnicas de jogo e improviso, corpo e movimento, literatura e escrita, entre outros. Ao final do curso, os participantes criam e apresentam um exercício cênico que circula pelas regiões em que vivem, além de outros palcos da Capital e da Grande São Paulo.

Mais informações: (11) 3061-5523 | pfpj2018@doutoresdaalegria.org.br

FECHAR

 
Publicidade