16/10/2018

A Editora Mídia Kit Edição Digital Fale Conosco

16/10/2018



Nada é lixo quando se usa a consciência

Publicado em 27/02/2018

Com atitudes responsáveis pode-se tornar um mundo melhor de se viver . Todos colaboram todos vivem melhor

 

 

Com atitudes responsáveis pode-se tornar um mundo melhor de se viver . Todos colaboram todos vivem melhor

 

A coleta seletiva é  uma atitude fundamental para o meio ambiente, separando resíduos segundo a sua composição. É o hábito de separar o que é reciclável  (plásticos, papel, metal, vidro) e o que não é reciclável (latas de inseticidas, papel carbono, clipes, grampos, esponjas de aço e outros). Muitos ainda se confundem ao classificar coleta seletiva e reciclagem. Pois bem, coleta seletiva constitui-se na separação dos resíduos gerados, ou seja, cada lixo em seu devido lugar antes de levar a uma estação de reaproveitamento e reciclagem é atividade de transformar em novos produtos para serem comercializados.
Para incentivar e expandir a reciclagem de resíduos no País, o CONAMA ( Conselho Nacional do Meio  Ambiente) estabeleceu cores para os diferentes tipos de resíduos. Como retrata o artigo 2º, parágrafo 1º, da Resolução CONAMA n.º 275, de abril de 2001, “ estabelecer o código de cores para os diferentes tipos de resíduos, a ser adotado na identificação de coletores e transportadores, bem como nas campanhas informativas para a coleta seletiva”.

Visando à sustentabilidade do meio ambiente, a rede de supermercados pão de açúcar possui nos estacionamentos, estações de reciclagem unilever com equipe especializada na separação do lixo. Dentro das dependências do supermercado tem os chamados “caixa verde”, onde o cliente no final das compras pode descartar embalagens secundárias de produtos que não precisam levar para casa, como caixas de pasta de dente e de barrinhas de cereais. e noutro ponto da loja em conjunto com a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (ABINEE), os consumidores podem fazer o descarte correto de  baterias e pilhas.

Para se ter ideia um simples papel leva de 3 a 6 meses para se decompor, ou seja, em média 6 meses prejudicando a natureza.

A aposentada Maria Claudete de Souza, 60, diz que “é uma ótima atitude do pão de açúcar, pois nos incentiva a ajudar o meio ambiente, tornando um lugar melhor de se viver”.

Ainda segundo Claudete “todas quartas-

feiras trago para a estação de reciclagem do pão de açúcar meu lixinho separado. Papel com papel, plástico com plástico”.

Em dias e horários específicos nos bairros da capital paulista diversas empresas especializadas passam fazendo coleta seletiva. Consulte o dia da coleta de acordo com cada região.

Cidade Ademar, Ipiranga, Jabaquara, M’Boi Mirim, Parelheiros, Santo Amaro, Vila Mariana e Vila Prudente.
www.ecourbis.com.br

 

 

 

 

 

FECHAR

 
Publicidade